Dicas Ecológicas

dicas ecológicas
 
5 R´s

Os 5 Rs da sustentabilidade (Repensar, Recusar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar) são ações práticas que visam estabelecer uma relação mais harmônica entre consumidor e Meio Ambiente. Adotando essas práticas, é possível diminuir o custo de vida (reduzir gastos, economizar), além de favorecer o desenvolvimento sustentável (desenvolvimento econômico com respeito e proteção ao meio ambiente).

Reduzir

Se prestarmos atenção nas compras que realizamos no cotidiano e nos serviços que contratamos, perceberemos que adquirimos muitas coisas que não precisamos ou que usamos poucas vezes. Portanto, reduzir significa comprar bens e serviços de acordo com nossas necessidades para evitar desperdícios. O consumo consciente é importante não só para o bom funcionamento das finanças domésticas como também para o Meio Ambiente.

Ações práticas para reduzir:

- Uso racional da água: não desperdiçar, tomar banhos curtos, não usar água para lavar a calçada, fechar a torneira quando estiver escovando os dentes, não deixar que ocorra vazamentos na rede de águas, etc.

- Economia de energia: usar aquecimento solar nas casas, apagar as lâmpadas de cômodos desocupados, usar lâmpadas fluorescentes, usar o chuveiro elétrico para banhos curtos, etc.

- Economia de combustíveis: fazer percursos curtos a pé ou de bicicleta. Gera economia, faz bem para a saúde e ajuda e diminuir a poluição do ar.

Reutilizar

Jogamos muitas coisas no lixo que poderiam ser reutilizadas para outros fins. Reutilizando, geramos uma boa economia doméstica, além de colaborarmos para o desenvolvimento sustentável do planeta. Isso ocorre, pois tudo o que é fabricado necessita do uso de energia e matéria-prima. Ao jogarmos algo no lixo, estamos também desperdiçando a energia que foi usada na fabricação, o combustível usado no transporte e a matéria-prima empregada. Sem contar que, se este objeto não for descartado de forma correta, ele poderá poluir o meio ambiente.

Vale lembrar que a doação também pode ser uma boa alternativa, pois outra pessoa que necessita pode utilizar aquele objeto que você não quer mais.

Ações práticas para reutilizar:

- Uma roupa rasgada pode ser costurada ou ser transformada em outra peça (uma calça pode virar uma bermuda, por exemplo).
- Computadores, impressoras e monitores podem ser doados para entidades sociais que vão utilizá-los com pessoas carentes.
- Potes e garrafas de plástico podem ser transformados em vasos de plantas.
- Folhas de papel com impressão em apenas um lado podem ser transformadas em papel de rascunho, ao usar o lado que está em branco.
- Um móvel (armário, sofá, guarda-roupa, estante, escrivaninha, mesa, cadeira, etc) quebrado não precisa ir parar no lixo. Eles podem ser concertados ou doados.
- A água usada para lavar roupa pode ser reutilizada para lavar o quintal.
- Com criatividade e embalagens, palitos e potes de plástico é possível criar vários brinquedos interessantes. 

Reciclar

A reciclagem é quase uma obrigação nos dias de hoje. O primeiro passo é separar o lixo reciclável (plástico, metais, vidro, papel) do lixo orgânico. O reciclável deve ser encaminhado para empresas ou cooperativas de trabalhadores de reciclagem, pois serão transformados novamente em matéria-prima para voltar ao ciclo produtivo. Além de gerar renda e emprego para pessoas que trabalham com reciclagem, é uma atitude que alivia o Meio Ambiente de resíduos que vão levar anos ou séculos para serem decompostos.

Ações práticas para reciclar:

- Separar, em casa, o lixo orgânico do lixo reciclável. Este último deve ser encaminhado para pessoas que trabalham com reciclagem ou empresas recicladoras.
lixo seco e molhado

Repensar:
Avaliar os valores e princípios que guiam suas ações é o primeiro passo para o consumo sustentável.

Repensar o consumo é preservar o meio ambiente.

Recusar:
Aprenda a usar os recursos naturais para satisfazer as suas reais necessidades, sem consumismo. No ato da compra recuse, por exemplo, embalagens desnecessárias.

Perguntas frequentes:

O que fazer com as lâmpadas fluorescentes:

As lâmpadas incandescentes queimadas podem ser jogadas no lixo comum?

As lâmpadas incandescentes convencionais são produzidas com vidro e metal. Elas não contêm materiais prejudiciais ao meio ambiente, podem ser jogadas no lixo de casa. Não devem ser jogadas em pontos de coleta para reciclagem de vidros, pois o tipo de material usado na produção de lâmpadas é diferente dos vidros convencionais. As lâmpadas halógenas também podem ser jogadas no lixo comum.

E as lâmpadas fluorescentes?

Este tipo de lâmpada exige mais cuidados, elas contêm pequenas quantidades de mercúrio, uma substância altamente tóxica. Pode ser muito nocivo aos seres vivos.
É conveniente não quebrar as lâmpadas e lidar com elas usando luvas. Se alguma se quebrar, ventilar o ambiente antes de limpar o local. A quantidade de mercúrio presente em uma lâmpada fluorescente, cerca de 20 mg nas tubulares, não é suficiente para uma intoxicação, mas pelo perigo da substância, vale a pena proteger-se.

Onde jogar as lâmpadas Fluorescentes:

Atualmente no Brasil, são consumidas cerca de 100 milhões de lâmpadas fluorescentes por ano. Deste total, 94% são descartadas em aterros sanitários e sem nenhum tipo de tratamento, contaminando o solo e a água.
A ABNT NBR 10004 define a periculosidade de diversos elementos e substâncias químicas e estabelece limites admissíveis para seus contaminantes serem dispostos no meio ambiente.

As lâmpadas queimadas devem ser guardadas (se possível na própria embalagem, para facilitar o transporte) para acumular um volume significativo para serem enviadas para descontaminação. Estas lâmpadas devem ser enviadas para reciclagem apropriada.

O que a intoxicação por mercúrio pode causar?

A intoxicação grave por mercúrio pode causar problemas respiratórios, neurológicos, gastrintestinais e até matar. Na Alemanha e nos Estados Unidos, já é proibido jogar lâmpadas fluorescentes no lixo comum. Os equipamentos são coletados à parte e reciclados.

Dicas da SEMMA:

No Brasil, a Lei que regulariza a destinação deste tipo de material é a 12. 305 (Política Nacional dos Resíduos Sólidos) que institui a Logística Reversa - possibilidade de entregar o material onde o mesmo foi comprado – entrará em vigor. Por isso a Secretaria Municipal de Meio Ambiente orienta que os munícipes armazenem as suas lâmpadas em suas residências, pois em breve elas poderão ser entregues em locais que as comercializam.
De qualquer maneira segue um endereço que recolhe este tipo de material em Minas Gerais.

Em Minas Gerais:

*Recitec
Tel.: (31) 3213-0898 e 3274-5614
www.recitecmg.com.br


*HG Descontaminação
Tel.: (31) 3581-8725
www.hgmg.com.br

 

Compartilhe esta notícia no Facebook

Submit to Facebook
DMC Firewall is a Joomla Security extension!