Começa a campanha “Novembro Azul” de conscientização sobre câncer de próstata.

Terminou o “Outubro Rosa” e inicia-se o “Novembro Azul”. As campanhas alertam homens e mulheres que a prevenção é o melhor remédio e os exames são essenciais para diagnósticos precoces e tratamentos imediatos para o alcance da cura.

A Campanha “Novembro Azul” chama a atenção para o câncer de próstata e que os exames podem reduzir a taxa de mortalidade masculina, ainda alta em todo mundo. Ele é o segundo tumor mais comum em homens (o primeiro é o câncer cutâneo não melanoma). A incidência da doença é alta e, aproximadamente, 60% deles, entre 40 e 59 anos.
No Brasil, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a cada ano são descobertos 61.200 novos casos de câncer de próstata, com um total de 14.484 mortes/ano. Em termos globais, são mais de 1,1 milhão de novos casos/ano, com mais de 300 mil mortes.

“Muitos homens não buscam tratamento por tabu ou por medo de seqüelas, como incontinência urinária e disfunção erétil. Mas quando diagnosticado e tratado em tempo hábil, os prognósticos são muito bons. O que vale para a saúde de qualquer homem é estabelecer uma programação, no mínimo anual, para um check-up”, afirma o urologista Ernísio Eustáquio Pereira Dias.

A detecção pode ser feita em exames de rotina, com toque retal ou com o exame de antígeno prostático específico (dosagem no sangue), o PSA (Prostate Specific Antigen). Mesmo sem sintomas, a indicação é procurar um urologista a partir dos 40 anos de idade.

A Prefeitura de Três Corações tem contribuído, de modo efetivo, para a redução da morbidade e melhores condições de saúde desta população.

 

SECOM/ME
Três Corações, 06 de novembro de 2017

Compartilhe esta notícia no Facebook

Submit to Facebook
DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd